Pular para o conteúdo

5 Borboletas Raras e Incríveis.

Infelizmente estão sumindo.

A essa altura você já deve saber que as borboletas não são iguais umas às outras, há várias subespécies de borboletas variando seu tamanho, sua dieta e sua paleta de cores. Nós do Borboletário de São Paulo destacamos 5 desses tipos de borboletas para que você possa aprender um pouco mais sobre essas raras borboletas e sobre o seu estado de preservação.

1-Luzon Peacock Swallowtail

Essa borboleta foi descoberta em 1965 nas Filipinas. Ela prefere viver em lugares altos, como a 1.500 metros acima do nível do mar. Suas cores podem ser verde, preta, azul, vermelho e roxo. Por ter um habitat bem limitado (lugares altos) está ameaçada de extinção.

2-Kaiser-i-Hind (Imperador da Índia)

Essa borboleta pode ser encontrada no Himalaia, e também gosta de viver em lugares de grande altitude. Apesar de viver em um lugar de acesso tão difícil, ela também se encontra ameaçada de extinção.

3-Leona’s Little Blue

Essa borboleta foi descoberta em 1991, sua dieta é bem restrita pois ela se alimenta apenas do néctar de uma espécie específica de trigo. Infelizmente, essa dieta única e a ação de caçadores colocam a borboleta na lista do risco de extinção.

4-Island Mable Butterfly

Foi considerada extinta em 1908, porém 90 anos depois foram reencontradas. Seu habitat são as Ilhas San Juan e estão novamente ameaçadas de extinção.

5-Glória do Butão

Não há consenso quanto ao estado de preservação dessa espécie de borboleta, alguns dizem que ela está ameaçada de extinção e outros dizem que ela é rara, por isso seus poucos exemplares. Pode ser encontrada no Butão, na Índia, na China e na Tailândia.

6-Parides burchellanus (Ribeirinha)

SURPRESA! Sei que no título nós prometemos 5 borboletas, mas não resistimos e decidimos citar mais uma: a Parides Burchellanus cujo nome popular é Ribeirinha. Essa espécie é rara e infelizmente também está ameaçada. Pode ser encontrada na Serra da Canastra em Minas Gerais e em alguns lugares do Centro-Oeste brasileiro.

Por que estão ameaçadas?

Mas por que essas raras borboletas se encontram em risco de extinção ao invés de terem um bom estado de preservação? Bem, segundo a bióloga e especialista em borboletas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) as borboletas ameaçadas de extinção em geral tem populações reduzidas e sofrem com a perda de seus habitats naturais causado pelo desmatamento, a poluição do ar também é outro fator importante junto com outras intervenções humanas. A perda do habitat natural causada pela ação humana é então a principal ameaça às borboletas.