Pular para o conteúdo

O fundamental papel das Borboletas.

As borboletas como agentes polinizadores.

As borboletas têm papel fundamental para a natureza e ecossistema, listamos a seguir algumas maneiras interessantes de como a borboleta ajuda a natureza:

  1. Base de cadeia alimentar.

A principal colaboração das borboletas ao ecossistema é servir como base de cadeia alimentar. As borboletas servem de alimento para pássaros, formigas, aranhas, louva-a-deus, sapos, macacos, lagartos, lagartixas e muitas outras espécies de animais. É possível notar então que as borboletas contribuem com a sobrevivência de diversas outras espécies de animais e que seu desaparecimento e um ecossistema poderia acarretar em um imenso desequilíbrio para a natureza por falta de alimento para diversas espécies.

  • Indicador de vegetação preservada

De um modo geral, se há borboletas em um lugar é porque a vegetação e a natureza local está bem preservada e é saudável. É o que nos aponta uma matéria do The Ecologist¹. Isso faz sentido pois como as borboletas se alimentam diretamente de vegetais como néctar das flores e frutas em decomposição, ela precisa então da presença desses itens em um ambiente para sobreviver.

Sendo assim, a presença da borboleta em um local indica para os seres humanos que aquele lugar deve ser preservado, tendo em vista que ambientes naturais e saudáveis estão raros nos dias de hoje por conta do desmatamento e das queimadas das florestas e matas.

  • Polinização

A borboleta em sua fase adulta se alimenta do néctar das flores, ao se alimentar o pólen do néctar dessas flores fica preso às asas da borboleta que, ao batê-las enquanto voa, espalha esse mesmo pólen pelos lugares onde passa, fazendo assim com que novas flores nasçam. A esse processo damos o nome de polinização.

Ela é importante porque colabora com a reprodução e manutenção de diversas espécies agrícolas, posto que a maioria das plantas precisa de agentes polinizadores para se reproduzir.

Conclusão:

Sem as borboletas a natureza inteira entraria em colapso, um verdadeiro “efeito borboleta” ocorreria no planeta! Primeiramente porque muitos animais perderiam uma importante fonte de alimento, comprometendo assim toda a cadeia alimentar. Em segundo lugar porque o homem perderia um importante indicador de áreas ambientalmente preservadas e -por último mas não menos importante- a natureza ficaria sem um dos seus agentes polinizadores. Esses pequenos animais são fundamentais para a sobrevivência do planeta inteiro.